SECRETARIA PAROQUIAL

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta-feira
07h as 11h  |  14h as 17h

Sábado

08h as 11h

LOCALIZAÇÃO

(62) 3207-1671

 

Rua Porto Alegre, Qd. 27, Lt. 17
Jardim Guanabara I
CEP: 74675-680 – Goiânia - GO

arquidioicese.png
cnbb.png

Todos os Direitos Autorais Reservados à Paróquia Jesus Bom Pastor
Arquidiocese de Goiânia © Copyright - Proibida a reprodução de qualquer tipo.                                                                                por Almir Dias

Paróquia Jesus Bom Pastor

História da Paróquia
Padres da nossa Paróquia

Desde 1980 fazendo parte das nossas vidas.

Por volta de 1934, o Dr. Augusto França Gontijo, médico de Belo Horizonte,veio morar em Campinas (Goiânia) e quis construir aqui (onde hoje é o Bairro Jardim Guanabara) uma sede de fazenda para seu descanso, pequena lavoura e criação de gado, aves, peixes, etc. O Dr. Gontijo exercia sua profissão de médico em toda a região de Trindade e Campinas, foi dono da fazenda até 1948 e, com o falecimento de sua esposa, passou a fazenda para o nome de sua filha, Dilma Barbosa Gontijo, esposa do Dr. Cley de Barros Loyola. Em torno de 1958, por iniciativa do Dr. Cley Loyola e da Imobiliária Faiçal, iniciam-se os Loteamentos. E nos anos de 1960/61, nasce o Jardim Guanabara. Em 1962, o Pe. Eusébio constrói a Capela que leva o nome da Padroeira Santa Inês, depois São Judas Tadeu. Em seguida vieram as estradas ligando o bairro à outras cidades e ao centro de Goiânia, que praticamente estava nascendo e em 1968, as linhas de ônibus urbanos e interurbanos. A assistência religiosa era feita pelo padre Vitális da Nova Vila. Em1965, um padre também da Nova Vila e pertencente à congregação dos Sagrados Corações, o irlandês Pe. João, dava assistência religiosa ao Bairro. Esta Congregação doou o terreno no qual está situada hoje a Matriz. O grande crescimento da Região tornava difícil o atendimento por parte dos padres da Vila Nova. Por isso, em 1980, o Dr. Arcebispo Dom Fernando Gomes criou a Paróquia Jesus Bom Pastor na sede da Capela de São Sebastião, com o decreto n.º 05/80 de 08/09/1980, sendo atendida pelo Mons. José de Souza Lima, então vigário da Nova Vila.Vale ressaltar as missões populares realizadas em 1980 pelo Pe. Ângelo e 2 outros redentoristas. É a partir deste ano que temos registrados os batismos no nosso Livro. O primeiro batizado registrado é o de Gleiciane, filha de José Pinheiro Filho, com data de 28/09/80. O Mons. José Lima que pela provisão n.º 37/83 de 25/03/83 passa a ser o primeiro vigário da Paróquia Jesus Bom Pastor atuava tanto no campo espiritual como no social, promovendo cursos de corte e costura, datilografia, assistência para menores carentes, marcenaria, assistência aos idosos, ampliou a igreja da rua Porto Alegre, construiu uma torre metáli ca com alto-falantes e adquiriu os terrenos onde hoje está construída a Matriz.

Em princípios de 1987, a Paróquia é assumida pelo Pe. Oziel dos Santos, que pela provisão de n.º 05/87 de 10/03/87 é admitido como administrador paroquial e hoje encontra-se desligado da Arquidiocese. Está registrado o primeiro batizado feito por ele em 01/03/87 e o último em 20/09/88.     Durante algum tempo, a Paróquia ficou sem Pároco, sendo atendida pelo pe. Roldão Gonçalves Rodrigues da Capelania Militar, e no dia 4 de dezembro de 1988, com a provisão n.º 24/88 de 1°/12/88, assume a Paróquia o Pe. José Maria Roca Pons, espanhol, pertencente à congregação de São Pedro AdVíncula. Esta congregação de direito pontifício, fundada pelo Pe. Carlos Fissiaux em Marselha (1837), já tinha marcado sua presença no Brasil desde 1867, com os missionários Pe. Lourenço Martínez Arias (+31/05/93) que foi vigário de Mara Rosa e Pe. Pedro Martínez Carrijo, que depois foi vigário de Minaçu e atualmente é vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Assunção (Itatiaia-Goiânia). Uma das contribuições do Pe. José Maria tem sido a construção e formação do seminário São Pedro, cujos estudantes têm dedicado parte do seu tempo ao trabalho pastoral no Bairro, assumindo vários setores. Não podemos deixar de destacar o trabalho das Irmãs da Sagrada Família, que desde1989 estão desenvolvendo notável ajuda na pastoral familiar, na juventude, na catequese, na liturgia, nocampo vocacional, etc. Outro grande destaque deve ser dado a alguns leigos e leigas que vêm assumindo com entusiasmo tarefas imprescindíveis da Paróquia. A partir de 1993, são realizadas Assembléias Paroquiais com a presença de dois ou três representantes de cada comunidade, pastoral e movimento que atuam na Paróquia. Nestas assembléias, são feitas as avaliações do ano anterior, ouve-se um assessor da arquidiocese, levantam-se as sugestões, determinam se os objetivos em vista dos novos desafios da realidade e faz se a programação do ano em curso. A última Assembléia contou com a presença de 120 pessoas. Além disso, há o conselho Pastoral que se reúne a cada dois meses, avaliando as várias atividades e determinando melhor as programações mensais. De 20 a 30 pessoas participam deste conselho onde estão representadas as várias comunidades, pastorais, e movimentos.

A partir de maio de 1990, inicia-se a formação da Comunidade Nossa Senhora das Graças do Jardim Guanabara III, celebrando sua novena de natal. Em outubro de 1991, inicia-se o trabalho na segunda etapa do Conjunto. Começa o trabalho da catequese, missa aos domingos no salão da creche, missas nas casas na terças feiras, grupos de oração e círculos bíblicos. A comunidade de Nossa Senhora do Sagrado Coração da Vila Caiçara já tem uma vida organizada a mais de vinte anos. Tem Eucaristia todos os domingos, nas primeiras sextas-feiras e em outras circunstâncias.Tem quatro ministros da Eucaristia, catequese de primeira comunhão, crisma, batismo e um centro comunitário. Recebe também a colaboração do Seminário Regional nos períodos letivos. Tendo em vista o crescimento da comunidade, Pe. José Maria Roca Pons inicia a construção da nova Matriz, ao lado da então existente, nos terrenos que foram doados pela congregação dos Sagrados Corações. A pedra fundamental foi lançada em fevereiro de 1994 e no dia 20 de agosto de 1994, no novo templo, sem teto, foi realizada a cerimônia de ordenação presbiterial do primeiro brasileiro da congregação de São Pedro ad Víncula, Pe. Cristiano de Assis Nobre Almeida pelo então arcebispo de Goiânia, Dom Antônio Ribeiro de Oliveira. O novo padre passa a ser vigário da Paróquia, e hoje se encontra na Argentina. Para angariar fundos para as obras de construção da nova Igreja, de 1989 a 1992 foram realizados tríduos nas casas e como a comunidade crescia a olhos vistos, em 1993 iniciam-se as novenas.  conselho onde são representadas as várias comunidades, pastorais e movimentos.

Em 1995, para ajudar na formação dos seminaristas e nos trabalhos paroquiais, veio da Espanha, o Padre Jesus Fuente Canduela que passa a ser Vigário Paroquial Cooperador. Em 04 de fevereiro de 2001, o Pe. José Maria, desliga-se da Paróquia, depois de 12 anos de valoroso trabalho. Em seu lugar, assume Pe. José Francisco Fernandez, também da Congregação de São Pedro Ad Vincula. Pe. José Fernandez chegou aqui devagarinho, e com muita humildade foi administrando com muita calma e equilíbrio, conquistando a cada dia os paroquianos. Sua maior contribuição até hoje, é o fortalecimento e a independência de todas as comunidades, pois com seu jeitinho fez com que cada uma delas caminhasse com suas próprias pernas. Em 23 de abril de 2002, chega para auxiliar o Pe. José Fernandez o recém ordenado Pe. Marcos Rogério de Oliveira, que foi empossado na Cúria Metropolitana como Vigário Paroquial. Este, além de formador no Seminário São Pedro Ad Vincula, foi como um braço direito para o Pe. José Fernandez, pois com o seu dinamismo e facilidade de comunicação, arrebanhou vários fiéis para a Igreja, principalmente os jovens. Tornou-se um articulador de todas as atividades da Paróquia, reestruturou a Equipe de Liturgia, fundou o Terço dos Homens e deu total apoio as Festas do Padroeiro e Axé Jesus. Pe. Marcos, foi à Espanha, onde realizou um sonho particular, que é o Mestrado em Liturgia. Em seu lugar, assumiu o Pe. Pedro Felisberto Elias, que volta à nossa paróquia depois de passar 3 anos em Contagem - MG. Como foi dito anteriormente, a partir de 1993, são realizadas as Novenas do Padroeiro, "Festa Jesus Bom Pastor". Queremos ressaltar aqui a valiosa contribuição de vários casais da comunidade que abraçaram a causa e trabalharam arduamente em prol da comunidade. São 10 dias de festa, onde todos os dias são realizados a novena, os leilões, as barraquinhas e muita brincadeira. E é assim, com o trabalho de cada pessoa em particular que com sua parcela de contribuição, ajuda a fazer desta a respeitada:

José_Maria.jpeg

Pároco

Pe. José Maria

cidimar.jpeg

Vigário

Pe. Cidimar

PARÓQUIA JESUS BOM PASTOR DO JARDIM GUANABARA.